Total de visualizações de página

Arquivo do blog

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

O CINEMA NOSSO DE CADA DIA

Amigos cineclubistas,

Vejam o informe anual de acompanhamento de mercado feito pela ANCINE (01 de janeiro a 30 de dezembro de 2010). Os dados dizem respeito somente às sessões comerciais de cinema (= que condicionam o pagamento de ingresso para o público ter acesso aos filmes).

Entre os 74 filmes brasileiros lançados em 2010, 32 títulos foram documentários, o que representa 43,24% do total de estréias. No entanto, os documentários correspondem a menos de 1% de participação de público (ou seja, apenas 238.771 pessoas dos 24.006.005 espectadores que foram assistir filmes brasileiros).

O filme "Terra Deu Terra Come" foi lançado nacionalmente de forma simultânea no circuito comercial e na rede de cineclubes no dia 1° de outubro de 2010. De acordo com o informe da ANCINE, ele obteve 1.692 espectadores em sessões comerciais. Desta forma, o filme ocupa o posto #51 entre os 74 brasileiros lançados em 2010.

O desempenho nos cineclubes foi bem diferente. Até o dia 15 de dezembro, "Terra Deu Terra Come" havia mobilizado 9.053 pessoas em 184 sessões realizadas por 134 cineclubes (média de 49,2 pessoas por sessão). Levando-se em conta somente os relatórios enviados pelos cineclubes, o filme seria o número #34 no ranking dos 74 filmes brasileiros que chegaram às telas ano passado.

Somando os dois números de público, chegamos a 10.745 espectadores, o que daria direito a "Terra Deu Terra Come" ocupar a posição #32 entre as 74 obras brasileiras lançadas em 2010. Através dos mesmos 10.745 espectadores, o filme seria o sétimo documentário mais assistido entre os 32 brasileiros exibidos nas salas comerciais de cinema. Uma matéria interessante sobre este fenômeno está em http://mais.cultura.gov.br/2011/01/03/turbinado-gracas-aos-cineclubes/

Até o momento, o número de público cineclubista não é considerado por nenhum órgão governamental. O Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros (CNC) entende que isto afeta diretamente a sustentabilidade do circuito cineclubista, tanto que foi uma de suas propostas encaminhadas na II Conferência Nacional de Cultura. Da mesma forma, o movimento cineclubista nacional organizado também mobilizou-se à respeito, sendo um dos pontos aclamados pela 28ª Jornada Nacional de Cineclubes (Recife, dezembro de 2010).

A exibição de "Terra Deu Terra Come" no circuito cineclubista foi viabilizada através de uma parceria entre a empresa produtora 7Estrelo Filmes e a ação Cine Mais Cultura (MinC). Em setembro de 2010, a 7Estrelo enviou o filme aos 820 cineclubes em atividade beneficiados pelo Cine Mais Cultura. Como a exibição não era obrigatória, campanhas de estímulo e incentivo para programar o filme foram realizadas e 134 cineclubes aderiram à empreitada.

Todos os cineclubes que receberam "Terra Deu Terra Come" podem continuar exibindo o filme, condicionado ao envio de relatório após cada sessão. Foi justamente o engajamento dos cineclubistas que possibilitou o filme a cumprir seu papel de chegar ao público brasileiro, sobretudo nas cidades do interior.

O relatório de sessão é o instrumento que permite comprovar a potência mobilizadora do circuito cineclubista.

Com resultados tão entusiasmantes, diversos cineastas passaram a procurar a ação Cine Mais Cultura para o lançamento de seus filmes. Atualmente, há 1.044 cineclubes em atividade em todo o país beneficiados pela ação. Agora, o próximo passo é tornar a experiência do filme "Terra Deu Terra Come" uma atividade realmente sistêmica e orgânica. Para este intuito ser viabilizado em 2011, já foram estabelecidos os primeiros acertos com a atual gestão do Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros (CNC) para o lançamento de filmes no circuito cineclubista. Como objetivos, o apoio do Cine Mais Cultura ao CNC para o estabelecimento de um calendário nacional de estréias em cineclubes e a distribuição de filmes tanto aos cineclubes beneficiados pela ação Cine Mais Cultura quanto aos cineclubes filiados ao CNC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário