Total de visualizações de página

Arquivo do blog

domingo, 20 de março de 2011

PROJETO CULTURA-AFRO 2010



Oi, pessoal!
Como estou fora de sala de aula e a SMEC ainda não realizou nenhum projeto em 2011, disponibilizo este excelente trabalho realizado pelo Colégio Municipal Antonio Xavier de Oliveira - Núcleo VI - Água Branca do Mandacaru - Zona Rural. Eu, como Diretor Geral de Nucleação da Zona Rural, também faço parte dessa família. Parabenizo mais uma vez a todos pelo êxito alcançado.




Convite

Alunos, professores e Funcionários do Colégio Municipal Antonio Xavier de Oliveira e Secretaria Municipal de Educação e Cultura, tem a honra de convidar V.ª S.ª para o III Comemoração ao Dia da Consciência Negra,“ Resgatando, conhecendo e valorizando a cultura africana e Afro-brasileira” ,que será realizada no dia 19 de novembro de 2010, a partir das 14:00 horas no Colégio Municipal Antonio Xavier de Oliveira – Água Branca.             
“Existe uma história do povo negro sem o Brasil. Mas não existe uma história do Brasil sem o povo negro”.
                                               (Januário Garcia)
Secretaria Municipal de
Educação e Cultura.


Ofício n° 10/ 2010
Caculé, 26 de outubro de 2010.
Ao Gabinete do Prefeito
Ilmº. Sr. José Luciano Santos Ribeiro





        Diante da necessidade da III Comemoração ao Dia da Consciência Negra em nosso Colégio que abarca a temática: “Resgatando, conhecendo e valorizando a cultura africana e afro – brasileira”, nós, professores, percebemos o quão é necessário vivenciar a realidade dos valores da cultura negra. Com isso, sabemos que Salvador é a cidade brasileira que detém a maior concentração de negros, além de toda a sua arquitetura antiga que demarca essa cultura. E para tanto, vimos através deste pedir a Vª.Exª. um microônibus para uma viagem à Salvador com um representante de cada turma sendo no total de quatro alunos, todo o corpo docente da escola e o Diretor Municipal de Cultura, os quais farão uma visita ao centro histórico da Capital, o Pelourinho, onde coletaremos dados, imagens, fotos e vídeos que serão mostrados a toda comunidade local e escolar. A data prevista para a viagem é dia 1° de novembro do corrente ano, sendo que a culminância do projeto acontecerá no dia 19 de novembro.
        Certos da sua compreensão e empenho em atender o nosso pedido, ressaltamos que assumiremos total responsabilidade em conduzir toda a equipe ao destino proposto.       




Atenciosamente,
                                                   



                                     A Direção



Colégio Municipal Antonio Xavier de Oliveira
Comunidade Água-Branca do Mandacaru

III Comemoração ao Dia da Consciência Negra

















 “Resgatando, conhecendo e valorizando a Cultura-Afro.”

Caculé – Bahia
Outubro de 2010


1 – Equipe Executora
Diretora: Valdelice Batista dos Santos Souza
Vice – Diretor: João Carlos Batista Lisboa
Secretario: Nalmar Souza Lisboa
Coordenadora: Daiane Ladeia da Silva
Diretor Geral de NúcleosVanderlei Pereira Dias
Professores: Rosangela Marta de Souza Ledo
                        José Luis Pereira Mendes
                        Elisangela Rodrigues dos Santos
                        Daiane Ladeia da Silva
                        Juliana Afonso Cota
                        Juliana Santos Fonseca
                        Marta Graciely Souza Brito
                        Pedro Reinaldo Soares dos Santos
                        Rosemary Silva Ferreira
                        Mônica Santos Batista
                        Ana Maura Silva Guedes
                        Ana Lucia Prates Aguiar
                        Marta Maria  Marques
                        Gilene da Silva Nascimento

Parceiros do Projeto: Secretaria Municipal da Educação e Cultura

2 – Justificativa do Projeto
            Esse projeto tem um caráter de resgate do que é necessário acontecer dentro e fora da escola a fim de colocar o negro e a cultura afro-descendente no pensamento nacional. Nota-se a falta de um maior envolvimento das nossas escolas nesses debates e cabe a nós, escola, desenvolver em nossos educandos reflexos com a finalidade de contribuir para a inserção do negro no exercício pleno da cidadania.
            O papel da educação nessa tarefa é sem duvida fundamental. Precisamos de ações afirmativas capazes de amenizar e reverter essa tendência de exclusão do negro. Assim, todo o corpo docente e alunos, sensíveis a essa temática propuseram elaborar este projeto e desenvolver ações a fim de provocar o debate interdisciplinar e mediar o encontro desta instituição de ensino com a comunidade local e demais interessados.
            Foi pensando nesse compromisso social que este projeto foi composto. Sendo ele com um caráter interdisciplinar que busca atender as sugestões do Ministério da Educação através da Lei n° 10.639/2003, incentivando a pesquisa, a produção e publicação de estudos sobre a população afro-brasileira. Sabemos que Salvador é a cidade baiana baiana onde tem a maior concentração de negros do Brasil, e é também a partir dessa constatação que nós, professores do Colégio Municipal Antonio Xavier de Oliveira, nesse III Projeto, percebemos a necessidade de uma informação real e ampla em busca de conhecimentos mais verdadeiros e concretos. Com isso, a própria escola almeja mostrar todos os valores das culturas africana e afro-brasileira aos alunos e a comunidade de forma ilustrativa com vídeos, fotos, entrevistas feitas pela própria equipe em visita ao centro histórico de salvador, o Pelourinho.
Para tal, o projeto se dara em dois momentos do segundo semestre do ano de 2010. Inicialmente as temáticas propostas deverão ser pesquisadas pelos alunos com a supervisão de seus professores, seguido de pesquisas de campo, com filmagens e registros. Num segundo momento, o resultado das pesquisas será apresentado à comunidade escolar e à comunidade local durante o dia 19 de novembro no Colégio, com diversas atividades significativas.
            Com mais este trabalho pretendemos fazer da educação o verdadeiro canal para formação de cidadãos atuantes na sociedade e estaremos contribuindo para a eliminação das pràticas discriminatórios, promovendo ações educativas, combatendo o racismo, corrigindo injustiças sociais e promovendo a verdadeira inclusão do negro na sociedade.

3 – Objetivos

Objetivo Geral
Criar um espaço na escola para estudo, discussão, reflexão e produção de conhecimento sobre a população afro-brasileira, a fim de resgatar-lhe a memória, com a devida valorização de seu papel sócio-cultural, político e econômico na Historia da Bahia e do Brasil.

Objetivos Específicos
  • Desenvolver pesquisas e estudos de caráter interdisciplinar;
  • Promover a divulgação de conhecimentos que abordem a participação do afro-brasileiro nas sociedades diversas;
  • Contribuir para a eliminação de praticas racistas em todos os segmentos da sociedade;

  • Levar o aluno e o corpo docente a ampliar o conhecimento sobre as culturas africana e afro-brasileira, aproximando-se assim da realidade.

  • Constatar diferenças e semelhanças de vida entre afro-brasileiros e negros de outros paises.

  • Despertar para a africanicidade brasileira em manifestações na arte, esportes, culinária, língua, religião, como elementos de formação da cidadania.

  • Discutir e conhecer as personalidades negras que deixaram ou estão deixando sua contribuição nos diversos setores da sociedade, como expressões culturais, desportivas, artísticas, políticas, musicais , religiosas etc.

4 – Público Alvo
            Comunidade escolar (professores, alunos, diretor, vice, funcionários, pais), comunidade local, instituições organizadas e demais interessados pela temática. 




5 – Metodologias
            Cada turma ficara sob responsabilidade de um professor a fim de orientar os trabalhos, cabendo ao mesmo avaliar, observar a freqüência, a participação e distribuir as atividades.
            Este trabalho será avaliativo num total de 2,0 pontos atribuídos na IV Unidade. Os docentes deverão ser rigorosos nos critérios de avaliação e a pontuação será considerada por todos os professores.

  • Criação de grupos de estudos, discussão e reflexão sobre a temática afro-brasileira;
  • Dramatizações;
  • Entrevistas de campo;
  • Exibição e comentários de filme;
  • Exposição de trabalhos;
  • Apresentação de danças;
  • Exposição fotográfica;
  • Apresentações musicais;
  • Produção de um vídeo que retrate as culturas africana e afro-brasileira.

6 – Atividades a serem desenvolvidas

·        Coletar dados, realizar entrevista com pessoas da comunidade.
·        Montar um espaço cultural criativo a fim de expor os resultados das pesquisas, homenageando as personalidades nacionais e/ou internacionais.
·        Elaborar textos diversos (redações, poemas, cadernos de receitas, minidicionarios afro, paródias ) abordando a temática proposta.
·        Analisar filme e letras de musicas com a temática a ser trabalhada.
·        Produzir um jornal informativo, contendo imagens, reflexões e curiosidades sobre a temática do projeto.
·        Contextualizar temáticas como identidade, ética, auto-estima, preconceito racial, exclusão social, ações afirmativas, etc em apresentações culturais:

1 - Dramatização (duração 10 minutos)
2 – Apresentação do grupo de capoeira (duração de 100 minutos)
3 – Declamação de jogral (duração de 09 minutos)
4 – Apresentação de grupos de dança (duração de 10 minutos)
5 – Apresentação de vídeo produzido pela escola

7 – Recursos

  • Livros relacionados ao tema;
  • Revistas
  • Aparelho de DVD;
  • Data show e telão;
  • TVs;
  • Aparelhos de som;
  • Maquina fotográfica;
  • Pinceis  cartolinas diversas;
  • Tinta;
  • TNT;
  • Cola e tesouras;
  • Papel Oficio;
  • Papel dupla-face;
  • Papel cartão;
  • Impressora e tinta;
  • Isopor;
  • Cds diversos;
8 – Cronograma

Cronograma de Execução
Atividade
Setembro
Outubro
Novembro

Elaboração do projeto
X



Pesquisa de campo com registros feitos pelos alunos sob supervisão  dos professores 




X

Distribuição das atividades dos docentes e de seus alunos



X


Execução das atividades


X

X

Culminância


X




9 – Referências Bibliográficas

APOLINARIO, Maria Raquel, Projeto Pitanguá: Historia. São Paulo: Moderna,2005.

PAUWELS,José Geraldo. Atlas Geográfico. São Paulo: Melhoramentos, 1996.




######################

Consciência Negra também é matéria para se aprender
Escolas Municipais trabalham o tema para formar cidadãos conscientes.

Com o objetivo de resgatar, valorizar e conhecer mais sobre as culturas africana e afro-brasileira, as Escolas Municipais Vespasiano Filho e Antônio Xavier de Oliveira (comunidade Água Branca) realizaram um projeto acerca do tema envolvendo toda a comunidade escolar. A culminância dos projetos aconteceram na Semana que comemora o Dia Nacional da Consciência Negra.
Para o secretário da Escola Antônio Xavier de Oliveira, e um dos coordenadores do Projeto, Nalmar Souza Lisboa, é preciso uma luta contínua contra o preconceito e o racismo, “todos nós somos seres humanos e merecemos respeito independentemente de cor, raça ou religião.” E como prega o pesquisador sobre o tema, Januário Garcia,“existe uma história do povo negro sem o Brasil. Mas não existe uma história do Brasil sem o povo negro.”
Desde 2003, que 20 de novembro foi estabelecido como o dia da Consciência Negra, pelo projeto lei número 10.639, em razão da morte do Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares, que ocorreu nesta data no ano de 1695.

Sugestão para as legendas das fotografias:
Foto 01- Culminância do Projeto trazem belas apresentações culturais
02- As manifestações resgatam a influência negra no nosso dia a dia
03- Dia da Consciência Negra é comemorado nas escolas municipais
04- Um momento para conscientização e reflexão sobre a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura nacional
05- Uma cultura que influencia outra cultura
06- Pratos e quitutes que dão água na boca

--
Atenciosamente,

ASCOM - Assessoria de Comunicação do Governo de Caculé
Jornalista Responsável: Giselle R. Quintão - Reg.: MG 10106 JP

(77) 3455-1412

Site: www.governodecacule.ba.gov.br
Acompanhe também nosso twitter: GovernodeCaculé

Um comentário:

  1. Olá colega,

    excelente trabalho!

    Parabéns!

    Lúcia
    Grupo Adriana Calcanhoto

    ResponderExcluir